24/08/2016 às 10h42min - Atualizada em 24/08/2016 às 10h42min

O Poder do Alho e da Cebola contra os Coágulos Sanguíneos

D.N.

Os médicos rotineiramente falam sobre os riscos da ingestão de aspirina antes de cirurgias. Eles temem que a aspirina "afine o sangue", retardando a sua coagulação. Portanto, você pode sangrar durante mais tempo, causando complicações e ameaçando sua recuperação, quando você precisar da coagulação sanguínea rápida para cicatrizar a incisão feita pelo bisturi.
 

Mas algum cirurgião já recomendou que você não comesse comida chinesa antes de uma operação? Ou que evitasse altas doses de gengibre, alho, cogumelo preto e peixes gordos, como salmão e sardinha?

A verdade é que todos esses alimentos também são anticoagulantes capazes de retardar drasticamente as tendências de formação de coágulos e, com frequência, exatamente através do mesmo mecanismo biológico que a aspirina - bloqueando uma substância chamada tromboxano, que propicia o agrupamento ou a agregação das plaquetas, uma etapa crucial na formação de coágulos. Além disso, esses peixes com gorduras boas são ricos em ômega-3 e vitamina d.

Por outro lado, alimentos gordurosos, como queijo e carne, tornam o sangue preguiçoso, deixando as plaquetas mais grossas e mais aptas a formar coágulos.

Além disso, determinados alimentos aumentam ou diminuem o fibrinogênio essencial ao sangue e aumentam ou diminuem a atividade de dissolução de coágulos. Outros alimentos influenciam a viscosidade e fluidez do sangue, montando ou desmontando o cenário para a formação de coágulos inapropriados capazes de bloquear os vasos sanguíneos do coração, cérebro, pernas e pulmões.
 


 

Não se pode negar que os alimentos, consumidos regularmente em quantidades bem pequenas, possam ter efeitos farmacológicos poderosos na tendência à formação de coágulos e, assim, possam regularmente ajudar a salvá-lo de tragédias cardiovasculares.

Uma das maiores armas - se não for a principal - contra ataques cardíacos e derrames é a ingestão de alimentos que beneficiem os fatores relacionados à formação de coágulos. Eis o que comer e o que não comer.

Trata-se de uma verdade antiga: o alho e a cebola são fortes remédios contra os coágulos sanguíneos indesejados.

Os primeiros médicos norte-americanos prescreviam cebola e alho como "purificadores do sangue". Fazendeiros franceses alimentavam seus cavalos com alho e cebola para dissolver os coágulos de suas patas.

Os russos argumentam que vodca com alho melhora a circulação. Não se trata mais de folclore sem fundamento. O alho e a cebola são cheios de componentes e poderes potentes no combate aos coágulos.

Amantes da fitoterapia e da alimentação natural não dispensam o uso do alho e da cebola em diversas receitas, inclusives em chás que combatem gripe, resfriados e outras doenças.

 

Link
Relacionadas »
Comentários »
Moeda Valor
Dólar 3.1133
Euro 3.2895
Peso Argentino 0.2012
Bitcoin 3745.96872