25/07/2017 às 10h00min - Atualizada em 25/07/2017 às 10h00min

5 passos para extrair o melhor do seu ERP

Especialista da Synergie detalha caminho para que uma empresa escolha e aproveite ao máximo seu sistema de gestão

Cuidados ajudam a evitar que o ERP vira problema no lugar de solução (Foto: divulgação/Synergie)
No lugar de solução, um problema: enquanto ERPs prometem otimizar a operação de empresas e trazer benefícios operacionais e monetários, ainda é comum encontrar locais onde os sistemas de gestão são subutilizados. A avaliação é de Edson Ceruti, gestor comercial da Synergie (www.synergie.com.br), distribuidor da Senior Sistemas no Brasil.
 
"Essa subutilização fica clara no controle de determinados dados da empresa por meio de planilhas, por exemplo", diz Ceruti. "É um cenário comum tanto em PMEs quanto em grandes companhias, em que as informações acabam desencontradas e há desperdício tanto do investimento feito no sistema quanto das possibilidades de ganhos que ele poderia trazer", explica. Para evitar a situação e garantir o sucesso dos seus ERPs, Ceruti orienta empreendedores a seguirem cinco passos:
 
1 – Entenda o por quê
Antes de procurar um sistema de gestão para sua empresa, é necessário saber qual a necessidade dessa ferramenta. "Não é só porque ter um ERP é bonito, é preciso que ele solucione problemas relacionados a fluxo de caixa, manufatura, folhas de pagamento, entre outros”, afirma o especialista da Synergie.
 
2 – Selecione a melhor opção
Com base nas expectativas da empresa, é a hora de encontrar o sistema mais adequado. Nessa hora, não tem como fugir de uma pesquisa extensa, com benchmarking das soluções utilizadas por concorrentes e avaliação do preço versus expectativa de ganhos. “A soma tem que fazer sentido”, orienta Ceruti.
 
3 – Participe da implementação
No que tange ao bom uso de um ERP, a implementação é a etapa mais importante - e também a mais estressante. "É imprescindível seguir uma metodologia consistente, o que inclui por parte da empresa destacar um grupo de trabalho capaz de gerenciar crises e conflitos com a equipe do ERP", explica Ceruti. "Um exemplo de cuidado necessário é a participação do presidente da empresa no kickoff. É simbólico e ajuda no comprometimento de todo o time com o processo", diz.
 
4 – Acompanhe os resultados
Além de facilitar o dia a dia corporativo, uma das grandes vantagens dos ERPs é otimizar a mensuração de quaisquer processos. Se os indicadores das questões que influenciaram a busca por uma solução de gestão não melhoraram, há problemas. "É preciso notar melhoras. As métricas precisam traduzir os benefícios oferecidos pelo sistema. Além de ajudar no diagnóstico da operação da empresa, isso também pode revelar um mau uso do ERP", conta o gestor comercial.
 
5 – Mantenha o treinamento
"O processo de educação da equipe para o uso do ERP é contínuo", recomenda Ceruti. O objetivo de um sistema de gestão é conciliar todas as informações da empresa em um único sistema onde estes dados estejam sempre atualizados, confiáveis e disponíveis para consulta. "Se alguém deixar de cumprir sua parte, é fácil perder o fio da meada", finaliza o especialista.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Moeda Valor
Servidor Indisponível ...