08/08/2019 às 14h33min - Atualizada em 08/08/2019 às 14h33min

Pioneira em EAD cria ecossistema EdTech colaborativo

Fábrica de Cursos aposta em solução que reinventa a aprendizagem digital, com baixo custo e agilidade na construção do conhecimento

Redação

A forma de consumir e construir conhecimento já se modificou há um tempo. E desde 1998 que a Fábrica de Cursos - provedora global de soluções para e-learning que começou como desenvolvedora de tecnologias EAD há 20 anos - acompanha essa evolução. Na vanguarda tecnológica, a empresa lançou, recentemente, a startup Rapid - solução otimizada de e-learning para empresas e instituições de ensino construírem e transmitirem conhecimento em um formato 360º: desde o produtor do conteúdo até o consumidor final que pode ser um colaborador da empresa que precisa de capacitação, um cliente ou estudante. 

A startup Rapid nasce com a proposta de reduzir o tempo de produção de e-learnings (conteúdos digitais para aprendizagem) e de garantir que os conteúdos e informações sejam atualizadas de forma constante. Os cursos e programas de treinamento digitais são criados pela startup em um prazo máximo de 10 dias, diferente dos projetos tradicionais que demoram meses para serem concluídos e possuem um custo elevado.

 

“Já que todos os dias somos impactados com mudanças e surgem novos conceitos em diversas áreas do conhecimento, não dá mais para criar e-learnings que demoram meses para ficarem prontos e no final do processo, o conteúdo já estar defasado. Por isso, criamos o Rapid, uma forma de entregar conteúdos rápidos e atender as demandas atuais do mercado.” pontua Sylvia Meireles. 

 

A transformação do modelo educacional em duas décadas

No final da década de 90, a Fábrica de Cursos atravessou uma era em que os defensores do ensino digital eram marginalizados e ‘pregavam’ em um cenário de grande resistência a mudanças no formato tradicional de ensino. Hoje a empresa vivencia, novamente, o segundo movimento de transformação no cenário EdTech. 

É preciso um tempo de maturação para que a nova proposta seja entendida e absorvida pelo mercado. Afinal, estamos atravessando uma nova e profunda mudança no processo de aprendizado.” afirma Sylvia. Para a executiva, o mercado educacional precisa adaptar-se para não ser atropelado e, sim, ser aliado da transformação digital.  

Além da agilidade na produção de e-learnings, em diferentes formatos como quizzes e jogos, outra tendência incorporada ao Rapid é a existência de um marketplace educacional. Nesse formato, professores, redatores e demais produtores de conteúdo se especializam nas demandas de aprendizado dos usuários e podem ter uma renda extra ao colaborar com a criação de conteúdo para os clientes, no Programa Rapid Partner

“Queremos que todos tenham uma ‘Fábrica de Cursos’ e encontrem na plataforma produtores que possam construir conhecimentos. Acreditamos que esse é o futuro da educação,” conclui Sylvia Meireles, Head of Growth, da Fábrica de Cursos. 


Sobre a Fábrica de Cursos


Sediada em São Paulo, com hubs no Rio de Janeiro, Lisboa, Vale do Silício e Orlando, a empresa reúne em seu portfólio clientes como o Bradesco, O Boticário, Electrolux, Coca-Cola, Walmart, Adidas, TIM, entre outros. É investidora e desenvolvedora da startup Rapid, pois acredita que a educação é a única força realmente transformadora da sociedade e o que o ecossistema Rapid pode ajudar a potencializar essa transformação.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Moeda Valor
Servidor Indisponível ...