10/09/2019 às 17h26min - Atualizada em 10/09/2019 às 17h33min

Móveis multifuncionais são tendência para o futuro

E se a relação das pessoas com a casa está sofrendo grandes transformações, é natural que os móveis que compõe essas casas também acompanhem esse processo. Já é possível ver um grande número de pessoas que adotam, por exemplo, os móveis multifuncionais, aqueles que executam mais de uma função dentro de casa.

DINO
https://euamomoveis.com.br

A relação da sociedade atual com o ambiente muda de geração em geração. Há alguns anos a grande preferência era por casas grandes e que indicassem muito espaço para se locomover. Este era o sonho de muitas pessoas, mas já não é a realidade de hoje. E a tendência é que isso continue mudando. Segunda a Embraesp (Empresa Brasileira de Estudos do Patrimônio), a venda de casas com menos de 45m² cresce a cada ano, o que mostra que a preferência está cada vez mais em como um pequeno espaço pode ser aproveitado do que na quantidade de espaço.

E se a relação das pessoas com a casa está sofrendo grandes transformações, é natural que os móveis que compõe essas casas também acompanhem esse processo. Já é possível ver um grande número de pessoas que adotam, por exemplo, os móveis multifuncionais, aqueles que executam mais de uma função dentro de casa.

Um exemplo desse tipo de móvel com o qual já se está familiarizado é o famoso sofá-cama, que costuma servir muito bem para diversas ocasiões, como uma visita inesperada ou uma festa de família em casa. Esse pode até ser um ponto de partida, mas os designers de móveis têm pensado muito além de situações pontuais. O grande desafio do momento é fazer móveis que possam cumprir funções práticas no dia a dia da casa. Exemplos disso são as prateleiras que já vêm acompanhadas com suportes para televisão, ou as camas que possuem um baú embaixo.

O crescimento da busca por esses móveis não ocorre por acaso. Ele tem a ver com a tendência de as pessoas buscarem por locais cada vez mais compactos para morar e, em contrapartida, com espaços cada vez mais aproveitados. “Quando alguém faz uma pesquisa sobre como vai ser organizada a nova casa, uma das primeiras coisas a serem pensadas hoje em dia é para que eu preciso daquele móvel, como eu posso tirar o máximo de proveito dele no meu dia a dia e não só apenas se ele é bonito ou não”, é o que afirma José Carlos Fin, idealizador e diretor do Eu Amo Móveis, e-commerce que vem percebendo essa busca por móveis multifuncionais há algum tempo. “É claro que todos querem casas que tenham uma boa estética, mas isso já deixou de ser o único fator decisivo. E a tendência é que essa busca por móveis funcionais cresça ainda mais”, completa José Carlos Fin.

E se a relação entre morador e casa vem mudando, esse fenômeno também pode ser explicado pela grande revolução tecnológica pela qual se passa hoje em dia. Basta levar em conta que já é possível realizar praticamente qualquer atividade de estudo ou mesmo de trabalho apenas com o seu smartphone. Além disso, a tendência é que os empregos não sejam mais em lugares fixos, mas feitos de maneira remota. As novas gerações não possuem exatamente um plano de ter um emprego pelo resto da vida, mas de se aventurar em novos caminhos de tempos em tempos.

“As pessoas estão começando a valorizar mais um móvel que pode ser, ao mesmo tempo, uma escrivaninha e uma prateleira do que ter dois móveis separados. Isso tem a ver com a economia de dinheiro, mas principalmente de espaço. Hoje em dia a valorização do espaço tem muito mais a ver com o seu uso do que com o seu tamanho”, conta José Carlos Fin, que também acredita que essa seja uma tendência para o futuro “os móveis multifuncionais ainda vão evoluir muito, uma vez que a tendência é que haja essa valorização do espaço, eles também vão passar por muitas transformações”.

Outro fator que ajuda a explicar essa tendência para o futuro é a diminuição do tamanho das famílias.  Se dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) apontam que na segunda metade do século XX a populaça brasileira triplicou, o crescimento populacional está cada vez menor. De fato, o mesmo mostra que a população começará a diminuir em cerca de 40 anos.

Não é possível afirmar com certeza o que o futuro reserva para o mercado de móveis, mas a verdade é que ele começa a ser moldado agora. A busca cada vez maior por móveis multifuncionais aponta um caminho muito interessante (e útil) para ser seguido. E enquanto isso é um ótimo indicativo o segmento, o mercado como um todo pode se aproveitar dessas tendências para desenvolver novas ideias.

 

Site: www.euamomoveis.com.br

 



Website: https://euamomoveis.com.br
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Moeda Valor
Servidor Indisponível ...